O que Perdemos

Perdemos tantas coisas. Ficamos tantas vezes olhando para trás, para o que, dizem, a vida leva. Eu prefiro dizer, para o que já vivemos ou não vivemos porque não quisemos e desperdiçamos. De fato perdemos muitas coisas, mas… nem tudo o que perdemos é muito importante. Há, no entanto, algumas coisas que o são. Perdemos, hoje só quero dizer isto, as pessoas. Perdemo-nos uns dos outros só porque naquele dia, naquele, lugar, àquela hora as coisas não correram bem. Ou porque naqueles dias, daquela fase da nossa vida, nada correu bem. Ou porque durante algum tempo, da nossa vida, sabe-se lá porquê não entendemos bem as coisas que ocorreram. Ou ainda porque em circunstâncias zen, não estávamos ou não estavam para nos aturarmos uns aos outros com as esquesitices de cada um. Tudo passou, todos mudamos, todos somos diferentes e estamos perdendo. Estamos pelo menos a perder-nos uns dos outros, sem querer, mas de fato. E tanto que temos para dar uns aos outros. E tanto que há para receber uns dos outros. E quanto poderíamos viver e não vivemos apenas porque não queremos e não queremos porque ficamos fechados naquele dia, naquele lugar, naquela hora em que as coisas não aconteceram como queríamos e julgamos que vai ser assim para sempre. Podia, PODE sempre ser diferente se… quisermos. (Autor: Manecas)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: