Celulite com os Dias Contados!

É possível acabar com a celulite antes do verão chegar?

A aparência enrugada da pele, resultado da celulite, desagrada muitas mulheres e afeta em cheio a auto-estima feminina. “Muitas dizem que o incômodo estético atrapalha suas vidas: umas não tiram mais a canga, os shorts ou a bermuda na praia e/ou piscina; outras sentem medo que seus parceiros notem a celulite; algumas relatam que a celulite afeta sua vida sexual e há ainda as que se dizem frustradas com uma série de tratamentos para celulite que não fizeram efeito”, conta a dermatologista Cristine Carvalho, diretora do CDE – Centro de Dermatologia e Estética.

Esta preocupação estética movimenta um mercado grande. Basta fazer uma pesquisa na internet para encontrar uma série de páginas que listam os mais diversos tratamentos “para exterminar a celulite”: laser, bermudas, drenagem linfática, endermologia, raios infravermelho, mesoterapia, cremes, dietas, radiofreqüência, carboxiterapia, ultrassom focal, injeções antigordura, preenchimentos…
Segundo Cristine Carvalho, nenhum tratamento emergiu, ainda, como o “padrão-ouro” para a celulite. “A maioria dos estudos mostra uma melhora de 25 a 50% da celulite após vários tratamentos combinado. Algumas pacientes têm melhoras ainda menores e os efeitos podem desaparecer ao longo do tempo. É por isto que as pacientes sempre necessitam de tratamentos adicionais para a celulite”, explica a dermatologista.
“Um remédio duradouro” para a celulite teria que prever a interação entre o tecido da pele, a gordura e o músculo conjuntivo subjacente. “Em outras palavras, a cura da celulite requer nada menos do que mudar a estrutura da pele”, afirma Cristine, que também é chefe do Departamento de Fototerapia do Curso de Pós-Graduação em Dermatologia da Fundação Pele Saudável, Instituto BWS.

A busca do melhor tratamento

Com a proximidade do verão, muitas mulheres começam a pensar que a celulite é uma batalha a ser vencida. “É preciso deixar claro que a celulite é fruto de causas multifatoriais: alterações hormonais, má alimentação, sedentarismo, tabagismo, flacidez, gordura localizada, retenção líquida, má circulação, herança genética. E é justamente por isso que o tratamento da celulite demanda uma abordagem multidisciplinar. O problema deve ser atacado em diversas frentes: é preciso dieta, exercício, cremes, massagens, laser, ultrassom”, diz Cristine.
O tratamento depende do grau da celulite, da idade da paciente, do tipo de manifestação que se apresenta com mais intensidade naquela celulite, se há mais acúmulo de gordura localizada ou mais flacidez muscular e cutânea, etc. Cada caso deve ser analisado individualmente. Cada paciente terá o tratamento específico para o seu tipo de celulite e de textura da pele. “Também não é possível falarmos em melhores tratamentos, todos são igualmente bons, o que importa é a indicação correta. Em geral, para celulite não utilizamos só um tratamento, a não ser em casos muito iniciais. A grande maioria dos casos necessita de associação de tratamentos”, afirma a dermatologista.

Uso de cremes anticelulite

1. Chronos Serum Corporal Bio-redutor Natura. SAC: 0800-115566
2. Colagen Muriel Cosméticos. SAC: 0800-113846
3. BodyActive Sistema Redutor de Celulite O Boticário. SAC: 0800-413011
4. Bye-Bye celulite Serum Nivea. SAC: 0800-7764832
5. Perfect Slim Pro L’Oréal. SAC: 0800-7016992
6. Retinol Anticellulite Roc. SAC: 0800-7036363
7. Lipo-Metric Vichy. SAC: 0800-7011552
8. Body Cellu-Sculpt Redutor de Celulite e Medida Avon. SAC: 0800-708866

O tratamento tópico vai fazer diferença principalmente na qualidade e na textura da pele. “Os cremes anticelulite e redutores oferecem uma pequena ajuda no tratamento da celulite. Mas isto depende do creme, dos seus princípios ativos e também do grau de celulite. Casos mais iniciais podem se beneficiar mais com o uso de cremes. Cremes anticelulite devem ser avaliados de preferência por um dermatologista para se saber se eles têm liporedutores e substâncias que realmente vão agir em algum ponto da celulite (cafeína, retinol, carnitina, elastinol+R, xantoxilina)”, recomenda Cristine Carvalho.
Mesmo com as novas tecnologias presentes nesses tipos de formulação, que garantem uma absorção melhor e mais rápida, uma maior estabilidade aos princípios ativos e uma ótima cosmética, não dá para dizer que um cosmético vai resolver toda a complexidade da celulite. “Normalmente, os cosméticos funcionam para o tratamento de graus iniciais, aqueles com aspecto de casca de laranja bem leve e quase inaparentes, e agem como um coadjuvante em relação aos demais procedimentos estéticos indicados para casos mais graves”, informa a diretora do CDE – Centro de Dermatologia e Estética.
Veja a função de cada ingrediente:
– Algas marinhas: Ação anti-inflamatória.
– Arnica: Ativa a circulação.
– Cafeína: Eficiente na quebra das células de gordura.
– Carbocisteína: Aumenta a elasticidade da pele.
– Carnitina: Suaviza a superfície da pele.
– Castanha-da-índia: Auxilia na drenagem linfática, diminuindo o inchaço.
– Centella asiática: Ativa a circulação.
– Chá-verde: Estimula a quebra das células de gordura.
– DMAE: Combate a flacidez.
– Erva-mate: Quebra as células de gordura e ativa a circulação.
– Escina: Reduz o inchaço.
– Ginkgo biloba: Ativa a circulação sanguínea.
– Ginseng: Estimula a circulação.
– Retinol: Melhora a elasticidade da pele.

Massagens que colaboram com o tratamento

Endermologia: uma mistura de massagem e sucção a vácuo feita com um aparelho que desliza sobre a pele em movimentos de sucção e rolamento. Melhora a circulação e a oxigenação local e ajuda a reduzir nódulos endurecidos. Sua grande vantagem é permitir que a intensidade da força seja regulada para cada grau de celulite, sem provocar flacidez cutânea;

Drenagem linfática: em qualquer tratamento de combate à celulite, a drenagem linfática é sempre um coadjuvante indispensável. “A massagem é feita com movimentos contínuos, suaves e ritmados, com o objetivo de estimular o sistema linfático, responsável pela eliminação de todas as toxinas do organismo. O efeito secundário da drenagem linfática é a estimulação dos rins, que passam a funcionar em velocidade mais acelerada, eliminando mais urina. Por essa razão, é comum o corpo desinchar logo após a primeira semana de tratamento”, explica Cristine Carvalho. Existem aparelhos que conseguem efeitos semelhantes aos da massagem manual, mas é preciso ter domínio da aplicação, para não romper vasos;

Pressorterapia: esta massagem é um tipo de drenagem linfática mecânica, feita com equipamento computadorizado, que parece uma calça de náilon inflável. Quando acionado, faz um trabalho de compressão e descompressão, para ajudar na desintoxicação do sistema linfático. É um tratamento complementar para eliminar toxinas e deve ser evitado por quem tem problemas vasculares.
Aparelhos que combatem a celulite
“A radiofrequência, o ultrassom e a luz infravermelha promovem um bom resultado para tratar questões ligadas à celulite, até mesmo nos casos mais avançados, onde há a presença de edemas, gordura localizada e flacidez. Para potencializar ainda mais os resultados dos tratamentos, o paciente pode agregar o uso de cremes anticelulite, após as sessões”, diz a dermatologista.
Há tratamentos para reduzir e enrijecer áreas críticas do corpo, como quadris, coxas e barriga, com técnicas que utilizam raios tipo laser, injeções, pressão mecânica e ondas de calor. “Um novo tipo de ultrassom é a mais nova aposta contra a celulite. Funcionando como uma ultrassonografia, o aparelho emite vibrações que atingem a camada mais profunda da pele, em movimentos tipo cavitação, provocando a vasodilatação e a drenagem linfática. Ao dilatar os vasos, melhora a circulação sanguínea e linfática ao mesmo tempo em que oxigena os tecidos. Isso diminui a inflamação das células gordurosas – uma
das maiores causas do problema – e, assim, reduz-se a celulite”, explica diretora do CDE.

Fonte Tina Szabados, do Mais Bonita | Yahoo Mulher

Leia também “Conheça os Alimentos que Ajudam na Prevenção e no Combate à Celulite”, nesse Blog.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: