Efeitos do Sol sobre a Pele – O que é Falso e o que é Verdadeiro

O falso e o verdadeiro relacionados aos efeitos dos raios solares sobre a pele

1) O mesmo protetor solar pode ser aplicado no rosto e no corpo

De uma maneira geral o mesmo protetor solar pode ser aplicado no rosto e no corpo, não havendo nenhum inconveniente com relação s substâncias que ele contém.
No entanto, vale observar, que há uma diferença no que se refere à oleosidade do corpo e do rosto. A pele do rosto, em geral, é mais propensa a formar espinhas e apresentar algumas irritações por entupimento.To entanto, vaie observar, que há tema diferença no que se refere à oleosidade do corpo e do rosto.
Então esse é o problema de se utilizar o mesmo filtro solar do corpo no rosto. Não pela substância em si, nem com relação à proteção, mas sim, em relação ao favorecimento para formar espinhas e irritação por entupimento.
A pessoas corra tendência a, peles mais oleosas, acneicas, seborréicas, etc., deveriam escolher para. passar no rosto um protetor solar tipo gel e, para o corpo, não precisariam ter essa preocupação, podendo utilizar uma loção cremosa, ou mesmo os protetores mais fortes, tipo bloqueadores.

2) Por quê alguns bloqueadores, em contato com o sol, causam irritação na pele?

Na verdade, não são bloqueadores que causam irritação na pele. O que pode ocorrer, em algumas pessoas que têm tendência à formação de espinhas e a pele mais oleosa, é que ao usarem filtro solar com fator mais alto, principalmente os do tipo bloqueadores, com algum potencial comedogênico, elas passem a apresentar irritações na pele, como o surgimento de bolinhas. Isso pode acontecer no rosto, às vezes no colo e na parte superior das costas, que são justamente as áreas com mais quantidade de óleos e de sebo e, portanto, com maior potencial{ de entupimento. Vale lembrar que o filtro solar também pode causar alergia e quanto mais quantidade de substâncias ele tiver, maior será a chance da pessoa ter problemas alérgicos.

3) 0 guarda-sol é fundamental na exposição ao sol? Existe alguma recomendação quanto ao material – plástico, tecido e cor?

O guarda-sol é fundamental na hora da pessoa se expor ao sol. Mesmo que todos os cuidados sejam tomados, como usar protetor solar e até bloqueador espalhando-os adequadamente em todo o corpo, esses produtos ainda não conseguem evitar que haja uma, penetração dos raios solares na pele. E o resultado disso, em algumas pessoas, é a pele manchada. Então, para que se consiga um bronzeado adequado e para que se tenha as férias de uma maneira mais saudável aconselha-se além do filtro solar que a pessoa evite os exageros do sol. Por isso que é importante o uso do guarda-sol. Ele vai permitir que se tenha. uma trégua dessa radiação principalmente quando a pessoa vai permanecer muitas horas exposta ao sol. O material ideal para o guarda-sol é o tecido e a cor, que deve ser de preferência clara, pois reflete mais. Embora essa seja uma questão controversa, porque se o tecido claro reflete os raios de sol, esses raios refletidos vão para algum lugar, ou seja, podem ir para a areia e acaba refletindo novamente na pessoa. Mas o tecido escuro absorve essa radiação e, também, provoca um aquecimento no local. Então o ideal é que o guarda-sol tenha uma cor intermediária – nem muito clara, nem muito escura – para que ele não torne o local muito quente e absorva os raios solares.
Atualmente já existe nos Estados Unidos e na Austrália alguns tecidos específicos para proteção dos raios ultravioleta. Esses tecidos especiais têm uma interação adequada e realmente impedem a passagem dos raios ultravioleta que são prejudiciais à pele.
Geralmente a trama dos tecidos desses guarda-sóis é mais fechada e o material é específico para interagir com o sol. A cor também é avaliada de acordo com a capacidade de absorção da luz.

4) Na hora de se expor ao sol é importante a pessoa usar óculos de sol e chapéu?

Sim, é importante a pessoa proteger-se do sol fazendo uso de óculos de sol e chapéu do mesmo modo que é importante a utilização do guarda-sol. Mesmo que a pessoa consiga passar o filtro várias vezes ao dia, o sol continua castigando todas as estruturas, por isso é muito importante o uso do chapéu – para proteger a cabeça e os cabelos, e até mesmo o rosto – e óculos de sol – para proteger os olhos.
Os óculos de sol são muito importantes porque a radiação ultravioleta tem um nível de penetração nos olhos, que são sensíveis à essa radiação. As pessoas de olhos claros – azuis e verdes – são consideradas fotofóbicas e apresentam mais sensibilidade. Contudo, os óculos de sol são aconselhadas para todas as pessoas, indiscriminadamente.

5) Quais são os cuidados que a pessoa deve ter quando a pele ja está manchada?

Quando a pele já está manchada não há nada que a pessoa possa fazer de imediato para resolver o problema. Contudo, é preciso que ela continue a usar filtro solar para evitar que as manchas piorem ainda mais. Aconselha-se também a utilização de um bom hidratante para que a pele fique mais protegida.
Não existe uma fórmula mágica para se retirar manchas. Por isso, o ideal é que ao regressar das férias a pessoa procure um especialista e identifique qual é o tipo de mancha que está aparecendo na sua pele, para que ela possa ser tratada. As manchas de cor marrom, associadas á melanina tendem a piorar mais no verão. E, vale destacar que nenhuma mancha acastanhada melhora rapidamente. Essas manchas precisam de uma medicação adequada, que deverá ser prescrita pelo médico, e algumas vezes até necessitam da utilização de outros recursos, para que melhorem significativamente.

6) Como evitar a desidratação da pele no verão?

Na época do verão, justamente por causa do calor, as pessoas transpiram mais.
Portanto existe um componente natural que ajuda na hidratação da pele, que é o próprio suor. Além disso, ainda relacionados com o mecanismo natural da pele, no verão há maior produção de óleos e de sebo, os lipídeos, que são os óleos naturais da pele.
De uma maneira geral, a pele costuma ficar mais hidratada no verão. Mas, assim que a pessoa começa a tomar sol, automaticamente, vai ocorrendo uma agressão na pele que também influi na hidratação. Então o que pode ocorrer é uma desidratação por causa do sol, em grau médio e excessivo.
Se a pele ficar queimada ou chegar a ter bolhas, ou até descamar, é sinal que esta está desidratada. Para evitar que isso ocorra é importante que se mantenha o uso de um bom hidratante pelo menos uma vez por dia. 
O hidratante ideal para ser usado no verão é aquele de barreira, que tenha em sua formulação uma substância que formará uma película na superfície da pele, evitando que a mesma tenha uma perda natural de água, alantoina, glicerina, silicones, óleos naturais entre outros.
Também podem ser utilizadas substâncias que são hidroscópicas, que puxam a água para si, tais corno, uréia, acido hialurônico, hidrolisados de proteína, lactato de amónia, etc.
Deve-se evitar usar no alto-verão os hidratastes à base de ácidos porque, embora eles sejam hidratantes podem se tornar agressivos à pele, por provocarem microesfoliação.

7) A exposição ao sol pode provocar o aparecimento de novas rugas?

De uma maneira geral, durante o período de exposição ao sol, a pele resseca mais e pode ficar com o aspecto mais curtido, menos suave e até com aparência de rugas mais novas. Contudo, as rugas de final de verão, elas não são rugas permanentes e na verdade refletem um engrossamento da pele.
No entanto, o acúmulo de vários verões tomando sol, somados à agressão da radiação ultravioleta, propiciam o aparecimento de rugas permanentes.
É importante saber que todo o sol que nós tomamos no decorrer de nossa vida, provocará envelhecimento, inclusive, em relação às rugas propriamente ditas. Contudo, o sol de um único verão não é capaz de formar rugas, principalmente, aquelas profundas.

8) 0 que a pessoa deve fazer para não danificar mais a pele?

Os cuidados básicos são, alimentação equilibrada; ingerir muito liquido; tomar sol na medida certa; usar constantemente filtro solar passando em todo o corpo, várias vezes ao dia e de maneira adequada, espalhando-o bem; usar chapéu e óculos escuros e hidratantes pós-sol.
Os produtos à base de vitaminas, principalmente as vitaminas C e E, antioxidantes, neutralizam as ações danificadoras dos raios ultravioleta.

9) Os efeitos do sol na pele são cumulativos e somente o médico pode cuidar da pele danificada?

Infelizmente os efeitos do sol na pele são sempre cumulativos e acontecem desde a primeira infância, desde o primeiro raio de sol atingindo-a. Além disso deve-se considerar a cor da pele da pessoa, e que cuidados ela teve até então.
A pessoa pode cuidar da pele tornando os devido cuidados já mencionados tais como, usar hidratantes, produtos anti-oxidastes, etc. Contudo, quando a pele estiver danificada, muito envelhecida ou com suspeita de câncer de pele, somente o médico poderá resolver.

Fonte: Dermatologista Denise Steiner

Anúncios

Óculos: como escolher a armação perfeita para seu rosto

Conheça os modelos que nunca saem de moda

 

De vários formatos e tamanhos, em armações discretas, coloridas ou com texturas, os acessórios tornaram-se peça fundamental em qualquer look, dos mais despojados aos formais. Mas, com tantas opções no mercado, é preciso analisar os traços do seu rosto para que fique proporcional sob armação e lentes. A melhor dica é se olhar bem no espelho, de perto e de longe: “Se você não se sentir à vontade, o modelo acabará com o visual, por mais sofisticado que seja” alerta o designer de óculos Francisco Ventura.
O primeiro passo para acertar na escolha da armação é enxergar que linhas do rosto quer realçar ou suavizar, explica o especialista. Veja quais óculos combinam com seus traços:

Conheça os vários modelos de óculos - Foto: Getty Images

Reto
Experimente armações retangulares, que conseguem suavizar traços do rosto, proporcionando um visual mais delicado e feminino. As lentes com fio de náilon são ótimas opções. “Quem tem maxilar largo ou marcado é quem mais devia experimentar armações que puxam pra cima, como a gatinho ou tipo borboleta”, sugere a consultora de moda da Oficina de Estilo, Fernanda Resende.
Redondo
Modelos com linhas retas dão uma afinada no seu rosto. Prefira armações quadradas ou retangulares, que garantem esse efeito de maneira bem sutil.
Oval
Este formato de rosto é o mais flexível de todos. As linhas curvas e o comprimento longilíneo permitem que quase todos os modelos sejam usados de maneira bastante harmônica e com muito charme.
Triangular
Testa larga e queixo fino pedem armações redondas, estreitas e ovais para suavizar essas linhas. O modelo aviador é o mais indicado.

O primeiro passo para acertar na escolha da armação é enxergar que linhas do rosto quer realçar ou suavizar

Delicado

“Quem tem traços delicados pode ir sem medo na direção das armações em cores mais claras (cinzas, azuis, marrons), em materiais translúcidos ou com vazados nas laterais. Pessoas de traços delicados que escolhem óculos muito marcantes servem de cabide pro acessório: todo mundo vê os óculos e só muito depois vê a pessoa”, ensina Fernanda.
A personal stylist da Oficina de Estilo também esclarece a diferença entre as armações de sol e as de grau: “Em óculos de grau a sobrancelha sempre tem que estar aparente, e em óculos de sol ela pode ficar escondida embaixo da armação”. Levando em conta que você tem que experimentar, veja algumas sugestões de modelos:
Oversized
São os óculos gigantes. Nesse caso, metade da sobrancelha de fora é o pecado mais comum e, geralmente, reflete que você ainda não tem segurança para assumi-los. “O ideal é que as sobrancelhas fiquem totalmente cobertas pela armação oversized”, diz Francisco. As maçãs do rosto também devem ficar bastante cobertas (nada de tampar somente a região das olheiras, por exemplo).

Óculos podem dar charme extra ao look - Foto: Getty Images

Wayfarer
Ícone de estilo do artista Andy Warhol, o modelo quadrangular – um clássico da Ray-ban – reviveu momentos de glória entre os jovens. Coloridos e estampados, em cores neon, ele aparece desde em cenários urbanos até em praias e parques. De armação espessa em acetato, as cores neutras com lentes de grau aderem ao visual nerd.
Aviador
A versão arredondada sobrevive no topo das mais queridas. É bastante versátil, se adaptando a vários estilos, mesmo com essa inspiração na imagem do piloto. Originalmente em metal, as armações agora podem ter cor e mais espessura.
Clubmaster
Outro modelo da original Ray-ban, o clubmaster faz uma mistura de acetato – que pode ser colorido e cobrir as sobrancelhas – com metal sobre as maçãs do rosto. Mais arredondado que o wayfarer, foi lançado nos anos 1980, tomando emprestado o desenho dos óculos de roqueiros das décadas de 1950 e 1960.

Gatinho
É aquele que dá a impressão de que os olhos são puxadinhos. Podem ser mais redondos ou ovais, nunca muito grandes. O modelo é outro clássico dos anos 1950, que nunca desaparece.
Borboleta
Difundida pela marca Prada, a armação é uma variação da oversized com curvas que lembram as asas de uma borboleta. É chique, mas bem chamativo.
Para as mais ousadas, existem outras variações em texturas e estampas de acetato:
– Bicolores estão totalmente aprovados por Stella McCartney;
– Chanel foi além e cravou brilhantes sobre o clássico preto;
– O nerd virou chique, embaixo de óculos quadrados e pesados. Se for usar à noite, evite as sombras cintilantes que briguem com a armação e reflitam nas lentes;
– Armações purpurinadas fizeram a cabeça de John Galliano;
– Mais clássicos, Gucci e Valentino não deixaram o nude escapar nem dos olhos;
– Seguindo a tendência ecológica, a Shwood confecciona coleções feitas de madeira.

Fonte: Yahoo